Mensagem de erro

  • Warning: Creating default object from empty value em ultim8magazine_set_category() (linha 101 de /home/wwwbpure/drmarcos.net/sites/all/themes/ultim8magazine/template.php).
  • Warning: Creating default object from empty value em ultim8magazine_set_category() (linha 101 de /home/wwwbpure/drmarcos.net/sites/all/themes/ultim8magazine/template.php).
  • Warning: Creating default object from empty value em ultim8magazine_set_category() (linha 101 de /home/wwwbpure/drmarcos.net/sites/all/themes/ultim8magazine/template.php).
  • Warning: Creating default object from empty value em ultim8magazine_set_category() (linha 101 de /home/wwwbpure/drmarcos.net/sites/all/themes/ultim8magazine/template.php).
  • Warning: Creating default object from empty value em ultim8magazine_set_category() (linha 101 de /home/wwwbpure/drmarcos.net/sites/all/themes/ultim8magazine/template.php).
  • Warning: Creating default object from empty value em ultim8magazine_set_category() (linha 101 de /home/wwwbpure/drmarcos.net/sites/all/themes/ultim8magazine/template.php).
  • Warning: Creating default object from empty value em ultim8magazine_set_category() (linha 101 de /home/wwwbpure/drmarcos.net/sites/all/themes/ultim8magazine/template.php).
  • Warning: Creating default object from empty value em ultim8magazine_set_category() (linha 101 de /home/wwwbpure/drmarcos.net/sites/all/themes/ultim8magazine/template.php).
  • Warning: Creating default object from empty value em ultim8magazine_set_category() (linha 101 de /home/wwwbpure/drmarcos.net/sites/all/themes/ultim8magazine/template.php).
  • Warning: Creating default object from empty value em ultim8magazine_set_category() (linha 101 de /home/wwwbpure/drmarcos.net/sites/all/themes/ultim8magazine/template.php).
  • Warning: Creating default object from empty value em ultim8magazine_set_category() (linha 101 de /home/wwwbpure/drmarcos.net/sites/all/themes/ultim8magazine/template.php).
  • Warning: Creating default object from empty value em ultim8magazine_set_category() (linha 101 de /home/wwwbpure/drmarcos.net/sites/all/themes/ultim8magazine/template.php).
  • Warning: Creating default object from empty value em ultim8magazine_set_category() (linha 101 de /home/wwwbpure/drmarcos.net/sites/all/themes/ultim8magazine/template.php).
  • Warning: Creating default object from empty value em ultim8magazine_set_category() (linha 101 de /home/wwwbpure/drmarcos.net/sites/all/themes/ultim8magazine/template.php).
  • Warning: Creating default object from empty value em ultim8magazine_set_category() (linha 101 de /home/wwwbpure/drmarcos.net/sites/all/themes/ultim8magazine/template.php).

SÍNDROME METABÓLICA

SINDROME METABÓLICA

SÍNDROME METABÓLICA OU SÍNDROME X

1.    >25% da população adulta dos EUA pensa-se sofrer, de acordo com a American Heart Association, de Síndrome Metabólica (SM). Isso significa 58 a 73 milhões de americanos.
Os dados são muito semelhantes para a Europa.
2.   Esta SM está associada ao desenvolvimento de patologias como:
a)    Obesidade
b)    Tensão arterial elevada
c)    Risco acrescido de AVC e ataque cardíaco (in Jounal of American Medical Association – 12/2003)
d)    Diabetes tipo II (> 110mg/dl)
e)    Triglicéridos elevados (>= 150mg/dl)
f)    LDL elevado  e HDL baixo( <40mg/dl)
g)    Elevados níveis de ácido úrico
h)    Quistos nos ovários (ovário poliquístico)
i)    Menstruação irregular
j)    Infertilidade
k)    Tumores
l)    Asma, alergias, doenças reumáticas, dores musculares e ósseas, psoríase, doença de Crohn, colite ulcerosa, enxaqueca, doenças autoimunes em geral.

O QUE É A SÍNDROME X?
1 - Há 60 anos no «The Lancet» era publicado um artigo do Dr. H. P. Himsworth que referia uma perturbação hormonal que ele denominava hiperinsulinemía hiperactiva crónica e resistência à insulina.
2 - Sindrome X ou Metabólica foi assim apelidada pelo Prof. Dr. Gerald Raven, da Universidade de Stanford. Em 1988 ele apresentou o resultado de 20 anos de investigação sobre uma patologia crescente denominada resistência à insulina.
Ele descreve a SM da seguinte forma:
« A SM não é despoletada pela carne vermelha ou pela manteiga, mas sim pelos hidratos de carbono (hc).
Contudo estes hc são agressores inadvertidos.
 Antes de entrar para a corrente sanguínea a nossa comida é fragmentada em diversos componentes no intestino. Uma dessas partes é a glicose obtida a partir dos hc. Uma vez tendo entrando nas nossas células, alguma dessa glicose é utilizada para dar energia às células, para que estas cumpram as suas tarefas. O resto é armazenado noutras células para uso posterior. Mas a glicose não flui simplesmente para as “células armazéns” . Em vez disso, ela deve ser guiada pela insulina, uma proteína segregada pelo pâncreas.»

RESISTÊNCIA À INSULINA E SINDROME X
Com o tempo, as células perdem a capacidade de utilizarem correctamente a insulina para converter glicose em energia. Este processo cria resistência à insulina, que pode causar SM em duas formas distintas:
1.    A resistência à insulina reduz de forma drástica o número de receptores de insulina nas paredes das nossas células.
Com a “porta” das células praticamente fechada, a glicose permanece na corrente sanguínea, causando elevados níveis de açúcar no sangue, que são enviados para o fígado. Uma vez aqui, o açúcar é convertido em gordura e armazenado, via corrente sanguínea, por todo corpo. Este processo pode levar a ganho de peso e obesidade, factores chave do SM.
2.    A segunda forma pela qual a resistência à insulina provoca a SM, é através do aumento da insulina  na corrente sanguínea. Condições genéticas e estilos de vida pouco saudáveis levam a que o pâncreas produza demasiada insulina. As células são assediadas por este excesso de insulina e protegem-se do mesmo, reduzindo o número de receptores. A vasta redução de receptores de insulina, provoca uma quantidade enorme de insulina rejeitada na corrente sanguínea, criando condições que podem danificar o sistema cardiovascular e levar mesmo a um ataque cardíaco ou AVC.

O PROBLEMA -  OBESIDADE - Talvez não seja dispiciendo lembrarmos aqui e agora que o número de obesos no mundo (mais industrializado), supera já o número de pessoas com fome.

ENQUANTO NÃO SE ASSUMIR TODA A VERDADE ACERCA DA  DIMENSÃO DA SÍNDROME METABÓLICA, A LUTA TERAPÊUTICA CONTRA A OBESIDADE NÃO PASSARÁ DE UM SIMPLES EXERCÍCIO DE PURO COMÉRCIO, EM QUE AS IDAS E VINDAS DE PESO SERÃO CONSTANTES (RITMO YO-YO) E OS PREJUÍZOS, PARA O CORPO E A MENTE DA PESSOA, MANIFESTOS.

TRATAMENTO

Antes de mais, gostaria de dizer aos mais incautos e menos bem informados que o conjunto de patologias às quais subjaz esta síndrome, é passível de ser tratado com muito sucesso, o que vale por dizer que não são patologias incuráveis,como alguns pretendem, só porque não conhecem o caminho para a sua cura, e, por isso mesmo, também, essas patologias não têm porque se assumir como crónicas, em definitivo.
Para isso haverá que eliminar o SM subjacente e recuperar as estruturas celulares, através de:

DIETA SAUDÁVEL

- Evitar açúcar refinado, farinhas refinadas, gorduras hidrogenadas, alimentos industriais (especial atenção a esses famigerados cereais de pequeno almoço carregados de açucares, que estão a destruir a saúde dos nossos filhos, por nossa culpa, enquanto pais, diga-se em abono da verdade)
- Manter um equilíbrio óptimo entre a ingestão de hidratos de carbono (provenientes de tubérculos, folhas, frutos e sementes) e a ingestão de gorduras e proteínas.
- Adequação alimentar genética (BLOOD DIET = Dieta Genética)
- Recuperação do metabolismo (necessidade de avaliar o seu perfil metabólico) e das estruturas celulares
- Adequação bioenergética (alimentos energeticamente adequados à sua individualidade)

EXERCÍCIO FÍSICO
- Individualizado de acordo com o seu biótipo.

SUPLEMENTAÇÃO
- Individualizada de acordo com o seu perfil genético, metabólico e bioenergético

OBESIDADE A PRAGA DO SEC. XXI
Data do Artigo: 
Terça, 8 Janeiro, 2013
Categoria: 
Sobre o autor

admin

Antonio Marcos, is a university teacher and writer on holistic health. He is founder, professor and president of Instituto Português de Naturologia and runs a group of clinics - Dr. Marcos Blood Diet Clinic - where is implemented his own holistic approach to Natural Medicine based on genetics and the healthiest diet that mimics the diet of our remote ancestors which print our DNA