Mensagem de erro

  • Warning: Creating default object from empty value em ultim8magazine_set_category() (linha 101 de /home/wwwbpure/drmarcos.net/sites/all/themes/ultim8magazine/template.php).
  • Warning: Creating default object from empty value em ultim8magazine_set_category() (linha 101 de /home/wwwbpure/drmarcos.net/sites/all/themes/ultim8magazine/template.php).
  • Warning: Creating default object from empty value em ultim8magazine_set_category() (linha 101 de /home/wwwbpure/drmarcos.net/sites/all/themes/ultim8magazine/template.php).
  • Warning: Creating default object from empty value em ultim8magazine_set_category() (linha 101 de /home/wwwbpure/drmarcos.net/sites/all/themes/ultim8magazine/template.php).
  • Warning: Creating default object from empty value em ultim8magazine_set_category() (linha 101 de /home/wwwbpure/drmarcos.net/sites/all/themes/ultim8magazine/template.php).
  • Warning: Creating default object from empty value em ultim8magazine_set_category() (linha 101 de /home/wwwbpure/drmarcos.net/sites/all/themes/ultim8magazine/template.php).
  • Warning: Creating default object from empty value em ultim8magazine_set_category() (linha 101 de /home/wwwbpure/drmarcos.net/sites/all/themes/ultim8magazine/template.php).
  • Warning: Creating default object from empty value em ultim8magazine_set_category() (linha 101 de /home/wwwbpure/drmarcos.net/sites/all/themes/ultim8magazine/template.php).
  • Warning: Creating default object from empty value em ultim8magazine_set_category() (linha 101 de /home/wwwbpure/drmarcos.net/sites/all/themes/ultim8magazine/template.php).
  • Warning: Creating default object from empty value em ultim8magazine_set_category() (linha 101 de /home/wwwbpure/drmarcos.net/sites/all/themes/ultim8magazine/template.php).
  • Warning: Creating default object from empty value em ultim8magazine_set_category() (linha 101 de /home/wwwbpure/drmarcos.net/sites/all/themes/ultim8magazine/template.php).
  • Warning: Creating default object from empty value em ultim8magazine_set_category() (linha 101 de /home/wwwbpure/drmarcos.net/sites/all/themes/ultim8magazine/template.php).
  • Warning: Creating default object from empty value em ultim8magazine_set_category() (linha 101 de /home/wwwbpure/drmarcos.net/sites/all/themes/ultim8magazine/template.php).
  • Warning: Creating default object from empty value em ultim8magazine_set_category() (linha 101 de /home/wwwbpure/drmarcos.net/sites/all/themes/ultim8magazine/template.php).
  • Warning: Creating default object from empty value em ultim8magazine_set_category() (linha 101 de /home/wwwbpure/drmarcos.net/sites/all/themes/ultim8magazine/template.php).

GENES E DOENÇA

GENES E DOENÇA

Com a evolução galopante da genética parece uma inevitabilidade concluir-se que por detrás de cada doença há um gene responsável que a determina. A ciência médica, nesta fase em que já não consegue sustentar mais a “tese da conspiração dos vírus” e, mais uma vez alheada das causas para sobretudo se apegar às consequências, esgrime agora a novíssima tese da “sociedade secreta dos genes”.
    Esta nova “sociedade” apresenta-se como muito mais organizada e profissional, mais difícil de localizar e identificar, na qual participam “entes” perigosíssimos que se identificam como genes mutados ou alterados e que serão os principais causadores da doença.
    Este atribuir de responsabilidade aos genes, nada mais é, com efeito, do que uma versão retocada das anteriores, nas quais agentes perigosíssimos causadores de todas as doenças eram apelidados de vírus. Nem as avisadas palavras de Pasteur no seu seio de morte -“o micróbio não é nada o terreno é tudo”- serviram de nada durante um par de séculos. Agora é a vez dos genes, é a nova desculpa para toda a irresponsabilidade humana individual e colectiva. De nada nos serve preocupar-nos com a doença, ou melhor, com as nossas atitudes, porquanto aquela já vem contida nos nossos genes e demos as voltas que dermos acabará por nos apanhar.
    Nada de mais falso!
    O gene alterado não é de forma nenhuma a causa da doença, mas antes o são um conjunto de circunstâncias prévias que provocando aglutinações alterando o equilíbrio celular e as reacções bioquímicas do organismo, a sua própria homeostase, vão agredir o organismo e provocar a alteração genética.
    Dirão os mais cépticos: mas o gene alterado já é adquirido dos progenitores. Isso é verdade, mas o facto de ser portador de um determinado gene não é condição “sine qua non” para desenvolver a doença que presumivelmente lhe anda associada. Existem, como reconhece já a ciência, outros factores causantes que accionam o gatilho que dispara a predisposição. Daí a relevância, mais uma vez, que devemos dar ao terreno individual, à predisposição para certas doenças, mas sempre conscientes de que, até aí, a natureza nos brindou com um margem de livre arbítrio, ou como eu gosto de dizer, o mundo está concebido para ser o paraíso e o inferno do homem, estando nas mãos deste, individual e colectivamente, transformá-lo numa ou noutra coisa, não podendo nunca nós esquecer que toda a causa gera um efeito, essa é a regra  número um do mundo.
    A devota e absoluta crença que hoje depositamos na ciência genética mais não é do que o paradigma na nossa nova postura de irresponsabilidade colectiva. Depois de um século de bombardeamento massivo aos micróbios  e vírus com antibióticos, que tiveram como uma das suas grandes conquistas destruir a própria imunidade do corpo humano, dando azo a toda a pleíade de abusos  alimentares e de modo de vida do homem do séc. XX e falhada essa desculpa, apresenta-se agora sob uma nova roupagem, para continuarmos com essa vida desregrada, caótica, nefanda, na vaga esperança que, após todos os horrores cometidos surja  essa nova medicina genética que consiga substituir e reparar aquilo que nós leviana e grotescamente destruímos dia após dia.
    Responsabilizar os genes  é a forma mais hipócrita de evitar as responsabilidades que só a nós individual e colectivamente nos podem ser imputadas, como forma de omitirmos as agressões, físicas, químicas, radioactivas, emocionais que dispensamos ao nosso corpo e mente, continuando a alimentar aqueles que como o gato pingado diz “não querem que ninguém morra mas querem que o seu negócio corra”. São esses que, mais interessados   do que em formar a população para a saúde , estão unicamente motivados com a descoberta do medicamento patenteável, do gene registável, da fórmula oficialmente aceite para destruir algo que supostamente será o “padrinho” do “grupo mafioso”.

    A epigenética , revela que você é de fato uma extensão do seu ambiente, o que inclui tudo, desde os seus pensamentos e crenças , as exposições aos tóxicos,  o exercício físico, a luz solar e , é claro, tudo o que você optar por colocar no seu corpo.

Não se esqueça nunca, A SUA SAÚDE É, ANTES DE TUDO O MAIS, RESPONSABILIDADE SUA.

GENES E DOENÇA
Data do Artigo: 
Domingo, 10 Setembro, 2006
Produtos Relacionados
Sobre o autor

admin

Antonio Marcos, is a university teacher and writer on holistic health. He is founder, professor and president of Instituto Português de Naturologia and runs a group of clinics - Dr. Marcos Blood Diet Clinic - where is implemented his own holistic approach to Natural Medicine based on genetics and the healthiest diet that mimics the diet of our remote ancestors which print our DNA